CURIOSIDADES

 Acompanhe o nosso blog e fique atento às novidades...

Exercício Físico

28-04-2022

A diferença de treinar acompanhado

Quando o tema é exercício físico acompanhado vs sozinho, são muitas as informações e orientações encontradas na internet. Por esse mesmo motivo resolvemos reunir as 5 principais razões pelo qual deve treinar acompanhada!

 

  1. O que treinar?

 

Esta é talvez a principal dúvida que surge a qualquer pessoa, apesar da resposta ser bastante simples.

 

Vários fatores como idade, peso, condição física e até mesmo o género são aspetos que criam diferentes necessidades.

 

E quem melhor para orientar o seu treino que um profissional qualificado com experiência para que possa desenvolver o SEU plano de treino, especificamente desenvolvido para a sua fisionomia e características.

 

  1. Com que frequência devo treinar?

 

Relacionado com a questão anterior, esta é a 2ª questão que surge logo após termos determinado os exercícios e modalidades de treino.

 

Para muitos treinar 3/5 vezes por semana é o número ideal, mas estas frequências estarão sempre dependentes dos exercícios em si, pelo que a frequência anda sempre de mão dada ao tipo de exercícios e vice-versa.

 

  1. Arranjar tempo para cumprir com o plano de treino.

 

Supondo que um treino personalizado é desenvolvido exclusivamente para cada individuo, cabe ao personal trainer desenvolver um plano que se enquadre nos horários e rotinas do aluno.

 

Obviamente que existe um compromisso por parte do aluno para que todo o plano seja cumprido mas se não houver profissionalismo na formulação do plano e perseverança por parte do aluno, todo o esforço será em vão, portanto prive pelo cumprimento do plano de treinos!

 

  1. Intensidade de treino

 

É possível que por vezes não se encontre no melhor humor ou disposição para realizar os seus treinos.

 

Este é um dos principais papeis que um profissional assume no seu exercício físico, o constante incentivo e apoio na execução dos exercícios.

 

 

  1. Dificuldade em criar rotina de treino

 

Todos sabemos o quão difícil é cumprir com um plano de treino e quão fácil é arranjar desculpas para não ir treinar.

 

Neste último ponto, e após termos percorrido as principais dificuldades de alguém que pratica exercício físico, abordamos o epicentro do treino. – a rotina!

 

A única forma de alcançar os seus objetivos será não ter em mente nenhuma data fixa e nunca se comparar ao próximo, apenas se deve focar no seu próprio timing e nos seus obstáculos.

 

E que melhor aliado para a criação de rotina que o compromisso com um personal trainer?

Beleza

30-03-2022

Radiesse para flacidez e rejuvenescimento facial

O processo de envelhecimento da pele não é propriamente uma novidade para quem cuida do seu corpo e rosto. Mas apesar disso, os nossos estilos de vida fazem com que este envelhecimento ocorra mais rapidamente e de forma mais severa.

Mas há uma coisa que temos de ter sempre em mente: o envelhecimento é natural.

 

Seja qual for a sua atual condição, nunca se deve comparar a saúde da pele do seu rosto atual à da sua juventude, muito menos com à das outras pessoas.

 

Mas nem tudo são más notícias, hoje contamos com várias tecnologias que permitem o tratamento da nossa pele, dentro dessa vasta gama de procedimentos temos a Radiesse.

O Radiesse é um bioestimulador de colagénio e se deseja saber mais sobre este tratamento incentivamos a ler a restante informação que temos para si.

Seja a perda da tonificação muscular, volume, aparecimento de rugas e linhas de expressão, todas começamos a passar por estas mudanças a partir dos 20 anos de idade.

Os preenchimentos com o uso de bioestímulaçao da Radiesse incentivam a produção de colagénio o que por sua vez vai melhorar a qualidade da pele mesmo com o passar do tempo.

O colagénio, por sua vez, é o elemento responsável por dar à pele um aspeto jovem e firme, e processos como este permitem a fácil absorção sem que haja necessidade de cirurgias invasivas.

Após o tratamento não invasivo pode facilmente voltar às suas atividades normais como se nada tivesse acontecido.

 

Vamos descomplicar a saúde da sua pele, faça a sua marcação para saber mais sobre este tratamento disponível na Beauty Box

Beleza

05-03-2022

10 mentiras no cuidado com a pele

Os cuidados diários a ter com a pele sempre geraram muitas dúvidas. Quando  procuramos a melhor forma de nos cuidarmos, muitas vezes nos debatemos com vários mitos que ficaram difundidos como verdade.

Está na altura de pôr um ponto final nesses mitos para que, desta forma, tome decisões informadas no que toca ao cuidado diário da sua pele.

 

1. Pele oleosa não deve ser hidratada

Hidratação é diferente de oleosidade. Ao contrário do que muitos pensam, uma pele hidratada consegue controlar a oleosidade por mais tempo. Já uma pele desidratada tem a tendência de ficar ainda mais oleosa.

De forma a compensar a falta de hidratação, a pele oleosa produz um excesso de sebo quanto se torna seca. Isto só vai fazer com que a pele se torne ainda mais oleosa. Até a pele oleosa precisa, mais do que qualquer outra coisa, de hidratação. Limpar a pele, esfoliar regularmente e aplicar creme hidratante é a melhor receita para uma pele equilibrada – não se deve usar produtos à base de álcool que a sequem.

 

2. Protetor solar só deve ser usado em dias de sol

Ao contrário do que possa pensar, o protetor solar é uma necessidade diária e não apenas nos dias em que está exposta ao sol.

A aplicação de protetor solar é o passo mais importante na sua rotina diária de cuidado com a sua pele. A exposição solar sem proteção, ao longo dos anos, causa danos na pele, e pode levar ao aparecimento de sinais visíveis de envelhecimento precoce da pele (rugas e manchas), bem como o surgimento de patologias dermatológicas. Para se proteger contra os raios UV recomenda-se o uso de um protetor com factor 15 ou superior e, apesar da maquilhagem com proteção solar ser útil, não deverá ser a sua única medida na linha de defesa contra os danos dos raios solares.

Recomendamos que a aplicação do protetor solar seja o último passo na sua rotina diária antes de aplicar qualquer maquilhagem.

 

3. Fototipos mais altos não precisam de proteção solar

Em fototipos mais altos, com maior concentração de melanina, o descrito no ponto anterior é tambem válido, ao contrário do que a maior parte das pessoas possa pensar. O protetor  solar é indispensável para todos os fototipos de pele porque, além de proteger da radiação, ajuda a evitar queimaduras, desidratação, manchas e envelhecimento precoce causados pelo Sol.

 

4. Acne só na adolescência

A acne surge, também, em peles maduras e adultas, principalmente em mulheres. O que poderá ser explicado pela oleosidade da pele, mas acima de tudo, pelo fator hormonal – uma das principais causas da acne nesta faixa etária. Se pensarmos que as mulheres ao longo da vida passam por grandes alterações hormonais, será fácil compreender a sua incidencia em mulheres na fase adulta.

Não poderemos colocar de parte os níveis de stresse, que por sua vez desregula os níveis hormonais!

 

5. Comer chocolate provoca acne

Tendo em atenção o descrito no ponto anterior, ter uma alimentação rica em gordura e açúcares não é saudável por muitos motivos, mas não causa acne. O que pode, de facto, reparar é o aparecimento de borbulhas quando ingere comidas altamente glicémicas mas isso é simplesmente uma resposta inflamatória do corpo a esses alimentos, não o responsável pelo aparecimento de acne na pele.

 

6. Deve escolher os produtos de cuidado da pele baseados na sua idade

A idade não é um tipo de pele. Uma pessoa com 50 anos pode ter os mesmos problemas de pele que uma pessoa de 20. A pele oleosa e poros obstruídos podem persistir a vida toda, o mesmo contece com uma pele seca. Na dúvida deverá consultar um especialista em pele (fisioterapeuta dermatofuncional ou dermatologista) de modo a avaliar o seu tipo de pele e indicar qual os cosméticos mais adquados às suas necessidades.

 

7. Tratamento de manchas só deve ser realizado no inverno

Inicialmente, os tratamentos para manchas eram, na sua maioria, à base de ácidos, que não devem ser utilizados quando há exposição à radiação solar, como acontece no verão.

Com o avanço da ciência, surgiram novos recursos de tratamento e ativos que não são fotossensíveis, ou seja, a exposição do sol não prejudica o tratamento. Aliás, estudos recentes têm demonstrado que quem tem manchas e principalmente melasma, deve usar produtos controladores da formação do pigmento - despigmentantes, de forma constante, o ano inteiro e todos os dias.

 

8. O vapor da água quente abre os poros

A ideia de que os poros abrem e fecham dependendo da temperatura da água é um mito comum mas, na realidade, simplesmente não é verdade. Isto porque os nossos poros estão sempre, tecnicamente, abertos. Os poros podem parecer mais visíveis se utilizar água quente para limpar o rosto, mas isso acontece simplesmente porque a pele dilata ligeiramente com aumento de temperatura e consequente aumento da vascularização do rosto, não porque os poros se tenham realmente aberto. Os poros não abrem e fecham dependendo da temperatura!

 

9. A pele adapta-se aos cosméticos e os mesmos deixam de fazer efeito com o uso prolongado

 A pele não se adapta aos produtos de beleza mais do que o seu corpo se adapta a uma dieta saudável. Poderá notar que a sua pele não melhora tanto, como inicialmente o fez, mas o motivo é outro: se a sua pele estava seca ou irritada quando começou a usar cosméticos apropriados à sua condição, a melhora inicial que terá será muito mais significante  do que aquela que vai ver meses mais tarde, quando a pele já tem um nível saudável mais elevado e em que está apenas a mantê-lo.

 

10. O preço do cosmético é um bom indicador da qualidade do produto

Não devemos descartar um cosmético só porque é barato. A verdade é que há produtos bons e maus em todas as marcas e nas mais diversas categorias. E tudo depende da fórmula, não do preço, por isso, o mais importante e o que realmente devemos ter em consideração na hora de escolher um bom cosmético para o nosso rosto será a sua composição.