Beleza

Celulite

Sabia que existem 4 tipos de celulite?

A celulite ou fibroedema gelóide tem maior incidência nas mulheres (cerda de 98%), no entanto, também incide nos homens com baixa testosterona.

 

Esta é considerada uma situação crónica com elevado impacto social, sendo um problema complexo e multifatorial, originado por alteações metabólicas e bioquímicas, ou seja, é uma desordem localizada que ocorre com rutura de fibras de elastina e colagénio com proliferação do tecido fibroso, levando a um espessamento do tecido subcutâneo (sensação casca de laranja).

 

Existem 4 tipos de celulite, destacando-se:

  • Flácida ou mole:pode apresentar-se em grandes ou pequenas proporções em indivíduos com baixo tónus muscular. Comum em pessoas mais velhas com cerca de 45 anos, sedentários e que presentam massa muscular pouco desenvolvida.

 

  • Edematosa ou infiltrativa: aspeto exterior de um edema tecidual puro e simples, encontra-se na maior parte das vezes nos membros inferiores. Encontrada em qualquer faixa etária, obesos ou não;

 

  • Dura ou fibrosa: apresenta um nítido acolchoamento sem mobilidade tornando ainda mais evidente (parece que a pele está aderente ao musculo). Verifica-se a impossibilidade de qualquer mobilidade dos planos superficiais sobre os planos profundos, os planos cutâneos estão fixos. Comum em indivíduos obesos, peso medio que nunca tenham tido uma anterior perda de peso importante. Também pode ser observada em indivíduos com peso inferior ao normal. É normalmente encontrada em indivíduos que pratiquem atividade física constante, apresentando a musculatura bem definida.

 

  • Adiposa: apresenta-se volumosa com associação ao aumento de tamanho dos adipócitos. O tecido apresenta-se duro e com aumento da consistência. É a gordura associada ao FEG.

 

Causas ou fatores predisponentes:

  • Patologias (renais, metabólicas, circulatórias);
  • Hábitos alimentares (excesso de sal e açúcar);
  • Obesidade;
  • Estilo de vida sedentário;
  • Stress e ansiedade;
  • Vestuário e calçado;
  • Tabaco;
  • Gravidez;
  • Medicamentos (pilula e medicação que faz retenção de líquidos).

 

Expressa-se com:

  • Alterações do relevo da pele com sucessivas saliências e depressões;
  • Aumento da espessura do tecido adjacente (tecido conjuntivo) com perda da mobilidade (aderências);
  • Dor à palpação profunda;
  • Nódulos à palpação;
  • Presença de edema e retenção de líquidos;
  • Telangiectasias, alteração da cor e da temperatura da pele.

Também pode relacionar